Atendimento ao cliente do varejo merece dinâmica diferenciada

O ditado diz “O cliente sempre tem razão”, mas a realidade diz que é preciso saber filtrar e analisar as oportunidades que cada experiência com o cliente traz, não apenas para contornar problemas, mas para aprimorar processos, bem como produtos e serviços atrelados a eles. No varejo, pelas suas particularidades, esta rotina requer clareza de foco, dinamismo e simplicidade.

Copa do Mundo vai ser boa para quem?

Segundo projeções divulgadas pelo Governo Federal, a Copa do Mundo de 2014 deverá agregar cerca de 183 bilhões de reais ao PIB do país. Mas, ainda falando de números, são esperados aproximadamente 3,7 milhões de turistas, brasileiros e estrangeiros que, como clientes, esperam receber um atendimento a altura das expectativas criadas com os eventos. E é por esta questão que todo o mercado de negócios se movimenta e levanta a questão desde já: Vamos suportar a demanda? Será necessário contratar mais atendentes para as centrais de relacionamento?

Seguros: Consumidor com desejos e necessidades. Como atender todas as expectativas?

Não é segredo que o Brasil vem crescendo e oferecendo maior estabilidade econômica nos últimos anos. A ascensão das classes sociais mais baixas trouxe consigo uma necessidade de mudança no oferecimento e atendimento em diversos setores, como o de seguros, que apresenta certa complexidade em função da diversidade de produtos comercializados.

Páginas

Subscrever V2 Blog RSS